fbpx
PUBLICIDADE


Moro é favorito a disputa presidencial em cenário sem Bolsonaro, diz pesquisa

Levantamento feito pela FSB Comunicação em parceria com a revista Veja aponta também que o presidente do Partido Novo, João Amoêdo, começaria disputa com 5% e empatado tecnicamente com João Doria

- Publicado no dia
Sérgio Moro (Foto: AFP / Evaristo Sá)

Uma pesquisa realizada pela FSB em parceria com a revista Veja divulgada na última sexta-feira (23) indica cenários para as eleições presidenciais de 2022. Ao todo, foram projetados um com uma possível candidatura à reeleição de Jair Bolsonaro (PSL) e outro com uma candidatura de Sérgio Moro (sem partido) sem Bolsonaro na disputa. [1]

Bolsonaro (35%) e Moro (27%) lideram em ambos os cenários. A disputa pelo segundo e terceiro lugar ficam em posições similares às eleições de 2018: Fernando Haddad (PT), entre 17% e 18%, e Ciro Gomes (PDT), entre 11% e 13%. Ambos os cenários consideraram ainda a participação do apresentador Luciano Huck (sem partido), que figurou entre 11% e 13% das intenções de voto.


PUBLICIDADE



Surpresa nas pesquisas foram os resultados advindos de João Amoêdo (NOVO) e João Doria (PSDB). Amoêdo, uma vez candidato novamente à presidência, partiria com 5% das intenções de voto – patamar bem acima de como começou na disputa em 2018. Já o governador de São Paulo, João Doria, constou com 3% das intenções de voto em cenário com Bolsonaro candidato e 5% no cenário com Sérgio Moro.

Ao todo, divulgou a revista, o levantamento ouviu 2.000 eleitores nos 26 estados e no Distrito Federal. A pesquisa foi feita entre os dias 16 e 18 de agosto e a margem de erro é de 2 pontos percentuais.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.