fbpx
PUBLICIDADE


Olavo de Carvalho defende Bolsonaro e acusa Dallagnol de favorecer a esquerda

Professor conservador teceu dura crítica ao coordenador da força-tarefa da Lava Jato que recentemente levantou críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro

- Publicado no dia
Olavo de Carvalho (Foto: Reprodução / Jornal Opção)

Olavo de Carvalho, um dos principais influenciadores da nova direita brasileira, decidiu tomar partido no estranhamento entre o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, e o presidente Jair Bolsonaro. Nas redes sociais, Carvalho afirmou que “Bolsonaro combate a corrupção por palavras e atitudes desde uma época em que Dallagnol não tinha entrado na Faculdade de Direito”. [1]

Em publicação do último domingo (25) no Facebook, o professor criticou ainda uma declaração atribuída a Deltan de que “a esquerda se caracteriza pelo combate à corrupção”. “Na década de 90, o petista que mais se notabilizou no combate à corrupção foi o Zé Dirceu, ao mesmo tempo que montava o serviço de informações petista que depois lhe serviria de base para o Mensalão”, sinalizou.


PUBLICIDADE



Ao fim, Carvalho atribuiu a Dallagnol uma acusação de que o procurador fez a Bolsonaro: a de apropriar-se do discurso anticorrupção.

“[O Deltan Dallagnol] mal começou a fazer fama de anticorrupto, já começou a apropriar-se da luta anticorrupção para favorecer a mesma facção política que roubou um trilhão de reais do povo brasileiro para ajudar genocidas e narcotraficantes”, comentou. A publicação teve mais de 1,3 mil compartilhamentos.

Resposta

Ainda na noite do domingo (25), Deltan, sem citar Olavo, rebateu a acusação. Afirmou que o fato de ser acusado “ao mesmo tempo de ser de direita e de esquerda só mostra que o nosso trabalho foi feito com a isenção que era necessária”. “Minha identificação é com a causa anticorrupção, que é suprapartidária”, disse.

+ Em resposta a comentário, Bolsonaro compartilha crítica a Deltan Dallagnol

+ Dallagnol critica Bolsonaro por interferência no combate à corrupção

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.