fbpx
PUBLICIDADE


Uma vez aprovada na Câmara, reforma deve ir ao plenário do Senado em outubro

PEC da reforma da Previdência, caso seja aprovada nos dois turnos na Câmara dos Deputados, precisará ainda passar pelo escrutínio da CCJ e do Plenário do Senado Federal, com votação prevista para início de outubro

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Senado Federal)

Após a aprovação da PEC da Previdência na Comissão Especial nesta quinta-feira (4), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), deve pautar a partir da próxima semana a reforma no plenário. Uma vez confirmada a expectativa de aprovação do projeto, a medida será encaminhada ao Senado e só deve ser votada em outubro.

No Senado, a reforma inicialmente será submetida à análise de constitucionalidade e mérito pela Comissão de Constituição e Justiça, prazo que deve durar cerca de 30 dias. A provável votação nessa comissão, segundo analistas, deve ser entre os dias 24 a 26 de setembro. Na sequência, uma vez aprovada, irá à Plenário, por onde deve ser submetida por dois turnos. A expectativa é que a semana de votação seja entre os dias 8 e 10 de outubro.


PUBLICIDADE



Dependendo de como for o projeto que saia do Senado, em caso de aprovação a promulgação não será automática e poderá ainda ser enviado novamente para apreciação da Câmara.

De acordo com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM/AM), ao jornal O Globo, haveria no Senado “ampla maioria” com o entendimento de que “a reforma é importante”.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

 

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.