fbpx
PUBLICIDADE


Na TV, Bolsonaro celebra aprovação na CCJ da reforma da Previdência: assista

Em rede nacional de televisão, o presidente da República também salientou o “comprometimento” do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e disse contar com o “espírito patriótico” dos parlamentares

- Publicado no dia
(Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro agradeceu em rede nacional de televisão o apoio dos parlamentares da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados que, nesta terça-feira (23), aprovaram a constitucionalidade da reforma da Previdência.

Na transmissão, o presidente também mencionou o “comprometimento do presidente [da Câmara] Rodrigo Maia” e comunicou os brasileiros que os detalhes da proposta agora serão discutidos em comissão especial.


PUBLICIDADE



Bolsonaro afirmou esperar o “espírito patriótico” dos parlamentares para a aprovação da reforma tanto na nova etapa, como também quando for ao plenário. E alertou:

“É muito importante lembrar que, se nada for feito, o país não terá recursos para garantir aposentadoria para todos os brasileiros. Sem mudanças, o governo não terá condições de investir nas áreas mais importantes para as famílias, como saúde, educação e segurança”.

“Senhoras e senhores, boa noite.

Ontem, a Comissão de Constituição e Justiça aprovou a constitucionalidade da proposta que cria a nova Previdência. Agradeço o empenho e o trabalho da maioria dos integrantes da comissão e também o comprometimento do presidente Rodrigo Maia. A proposta segue agora para a comissão especial, onde os deputados vão discutir os detalhes do projeto.

O governo continua a contar com o espírito patriótico dos parlamentares para a aprovação da nova Previdência nessa segunda etapa e também posteriormente no plenário da Câmara dos Deputados. É muito importante lembrar que, se nada for feito, o país não terá recursos para garantir aposentadoria para todos os brasileiros.

Sem mudanças, o governo não terá condições de investir nas áreas mais importantes para as famílias, como saúde, educação e segurança. Temos certeza que a nova Previdência vai fazer o Brasil retomar o crescimento, gerar empregos e principalmente reduzir a desigualdade social porque, com a reforma, os mais pobres pagarão menos.

O Brasil tem pressa.

Muito obrigado a todos e boa noite.”

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.