fbpx
PUBLICIDADE


Privatização dos Correios não está em pauta, afirma futuro Ministro

Primeiro astronauta brasileiro a entrar em órbita, Marcos Pontes, que assumirá pasta da Ciência e da Tecnologia, afirmou em entrevista coletiva que não está em pauta discussão

- Publicado no dia
Funcionários dos Correios em greve (Foto: Reprodução / Facebook)

O futuro Ministro da Ciência e da Tecnologia do governo Bolsonaro, Marcos Pontes, afirmou na tarde desta quarta-feira (6) em entrevista a jornalistas de que a privatização dos Correios não está em discussão. [1]

Privatização e extinção de estatais, excetuando-se as “estratégicas”, foi uma das bandeiras da campanha presidencial de Jair Bolsonaro.


PUBLICIDADE



A reformulação da empresa, em contraponto à privatização, é também defendida pelo presidente Michel Temer.

Por outro lado, a privatização dos Correios e de outras empresas estatais é defendida arduamente pelo futuro Ministro da Economia, Paulo Guedes, e pelo movimento liberal.

Em entrevista de 2017, o então presidente da Rede Liberdade, Rodrigo Marinho, defendeu a privatização da empresa postal como “prioridade máxima” do grupo. No início desse ano, a entidade chegou até mesmo a criar um concurso de artigos que tratassem de como privatizar a empresa.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.