fbpx
PUBLICIDADE


Dr. Rey garante que sucederá Jair Bolsonaro e defende privatização da saúde

O cirurgião e apresentador comentou a tentativa de se reunir com o presidente eleito e a permanência de sua intenção de participar do governo

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Uol)

O cirurgião plástico e apresentador dr. Rey concedeu entrevista ao programa “Pânico na TV” na Jovem Pan no último dia 23. Na entrevista, ele prometeu que será presidente do Brasil e comentou a atitude de Bolsonaro de não recebê-lo quando tentou procurar o presidente eleito.

Rey admitiu que queria se colocar à disposição para o Ministério da Saúde. Disse que era amigo de Bolsonaro no PSC e que considerava ser necessário colocar um profissional que entendesse da área. Rey, no entanto, afirmou que o presidente eleito teve que receber o embaixador da Argentina e por isso a reunião foi remarcada para 8 de janeiro.


PUBLICIDADE



“Quero ajudar em alguma posição no nosso governo”, disse, confessando que ainda espera uma posição e mencionando especificamente a embaixada na Inglaterra. “Serei líder dessa nação e levarei este país ao primeiro mundo”, prometeu. Rey avalia que Bolsonaro precisa “pôr ordem na casa”, mas depois dele deverá haver uma direita “um pouquinho mais polida, porque é uma direita internacional”. Essa posição poderia ser ocupada por ele.

“A direita dele é super necessária, porque a casa está em chamas. Uma vez o mandato dele termina, o próximo presidente da República terá que ser de uma direita um pouquinho mais polida”, asseverou, garantindo que o sucessor será ele. Confira o vídeo:

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.