fbpx
PUBLICIDADE


Livres oferecerá apoio para vítimas de agressão ou ameaça por motivos políticos

Para viabilizar o projeto, entidade contará com a colaboração de advogados associados por todo o país e apoio se estenderá para vítimas de agressão que apoiem qualquer candidato no segundo turno

- Publicado no dia
Militantes do PSL Livres em ato de “Fora Temer”, no início de 2017 (Foto: Divulgação)

Em tempos de alta polaridade política, com ânimos a flor da pele, quem externaliza suas opiniões pode ficar exposto a ameaças e agressões. Pensando nisso, o movimento Livres decidiu oferecer apoio jurídico às vítimas desses ataques. [1]

Rodrigo Marinho, advogado e membro do Conselho Diretor da entidade, falou sobre projeto em vídeo divulgado nas redes sociais. O apoio deve contar com o endosso de uma rede de advogados associados ao Livres de todo o país.

“Nós estamos à disposição para qualquer pessoa que se sinta coagida. É inadmissível qualquer violência física, qualquer dano a uma pessoa. Não há defesa sobre isso. Ninguém tem o direito nenhum de impedir uma pessoa de fazer sua declaração ou fazer com que a pessoa seja penalizada ou ameaçada”, disse.


PUBLICIDADE



O projeto se estenderá tanto para eleitores e apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL) como para eleitores e apoiadores de Fernando Haddad (PT) neste segundo turno. As vítimas interessadas em obter o apoio do Livres devem enviar um e-mail para o endereço [email protected] relatando o que ocorreu. É importante ter provas das acusações.

“Se tem algo acontecendo, se documente. Faça provas. Não adianta alegar algo sem provas. Um print serve, um e-mail serve, uma mensagem de WhatsApp serve”, recomendou Marinho.

[irp]

[irp]

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.