PUBLICIDADE


NOVO pode expulsar candidato que defende tanque de guerra para fazendeiros, informa site

Candidato a deputado federal da Paraíba também divulgou vídeo criticando de maneira veemente o candidato à presidência da República João Amoêdo, que subentendeu neutralidade entre Haddad e Bolsonaro

- Publicado no dia
Diego Dusol é candidato a deputado federal pelo NOVO da Paraíba (Foto: Reprodução/Facebook)

O Partido Novo abriu processo disciplinar contra o candidato a deputado federal da Paraíba, Diego Dusol. A informação teria sido divulgada em nota e foi publicada pelo blog BR18, conduzida por jornalistas ligados ao jornal O Estado de S. Paulo. [1]

Dusol ganhou notoriedade nas redes sociais no fim de agosto por defender uma proposta, no mínimo, inusitada. Ele prometeu aos eleitores que lutará no Congresso Nacional para que “fazendeiros e produtores rurais” possam ter direito a comprar um tanque de guerra. Ele também posicionou-se favorável a nivelar o aborto como crime hediondo.


PUBLICIDADE



Recentemente, Dusol também criticou o posicionamento de João Amoêdo, candidato à presidência da República pela legenda, ao subentender neutralidade no segundo turno entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

“João Amoêdo, ao se declarar neutro, mostra que tem compromisso com o projeto de poder da esquerda. Mostra que está a favor do socialismo. Nós podemos pagar muito caro com isso. Mas eu, Diego Dusol, e meus amigos na Paraíba, temos compromisso com o Brasil e com a democracia. Se o PT voltar, o NOVO não vai existir mais”, afirmou o candidato em vídeo. [2]

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Leia também:  João Amoêdo sobre atos do dia 26: 'Não participarei das manifestações'

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.