PUBLICIDADE


RS: Com Marcel van Hattem no NOVO, Ostermann pode se lançar estadual

Cientista político ligado ao Livres e, agora, no NOVO, deve concorrer a uma vaga para deputado estadual se aprovado no processo seletivo da legenda; Ostermann é ex-diretor do Instituto Liberal

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Facebook

Principal liderança do Livres no Rio Grande do Sul, Fabio Ostermann não deve concorrer mais a deputado federal. Com o ingresso do deputado estadual Marcel van Hattem na NOVO e sua provável candidatura à Câmara dos Deputados, em Brasília, Ostermann planeja agora disputar uma cadeira na ALERS, possivelmente para fazer uma campanha combinada com Marcel.

Em 2014, ano em que Marcel ultrapassou 30 mil votos e conseguiu a suplência do PP na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Ostermann foi um de seus primeiros apoiadores e coordenador de campanha. O desafio, agora, é repetir o trabalho com ele no santinho.

Sobre Ostermann

Fabio Ostermann é uma das mais proeminentes lideranças do novo movimento liberal do Brasil. Graduado em direito (UFRGS) com mestrado em Ciência Política (PUCRS), o gaúcho já foi diretor do Instituto Liberal (RJ) e do Instituto de Estudos Empresariais (RS), além de ter sido um dos idealizadores do Estudantes pela Liberdade (atual Students for Liberty Brasil) e do Movimento Brasil Livre (MBL). Mais recentemente, ajudou a formar o movimento Livres e chegou a dirigir o diretório estadual do Rio Grande do Sul do PSL. Em 2016, foi candidato à prefeitura de Porto Alegre.


PUBLICIDADE


★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Leia também:  Grupos liberais fazem menção a três momentos históricos sobre o movimento nas redes sociais
Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.