SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



Pré-candidato pelo NOVO, João Amoêdo se posiciona sobre intervenção federal

Em publicação em sua página no Facebook, o presidenciável não deixou de tecer críticas à intervenção apesar de seu posicionamento; iniciativa tem gerado polêmica até entre grupos e personalidades liberais

- Publicado no dia
João Amoêdo é fundador do Partido Novo e foi anunciado em novembro pré-candidato à presidência da república (Foto: Divulgação)

O engenheiro João Amoêdo, pré-candidato à presidência da república pelo Partido Novo, posicionou-se neste domingo (18) sobre a intervenção federal na área da segurança pública do Rio de Janeiro. No texto publicado em seu Facebook, Amoêdo frisou diversos problemas da intervenção, mas ao fim disse apoiar “neste momento inicial” a iniciativa.

Ele afirma que a intervenção foi feita sem o devido planejamento, “muito provavelmente” será utilizada “política e eleitoralmente” para fortalecer o governo Temer, ajudará a “resolver temporariamente o problema da votação da reforma da previdência” e que “pode fracassar e não resolver o problema de segurança” no Rio.


PUBLICIDADE



Porém, o pré-candidato afirma, ao fim, que devido a “total incapacidade do governo do Rio de tratar o assunto e o clima de violência existente no estado”, ele considera a medida de intervir no Rio de Janeiro “positiva”.

Em janeiro, o Boletim da Liberdade entrevistou o pré-candidato à presidência da república João Amoêdo. Assista:

Antes de fechar a página, confira o recado de nossos patrocinadores para você:

+ Os livros mais baratos sobre liberalismo você encontra aqui: Multi Book

+ O que propõem os liberais? Curso sobre liberalismo ONLINE e GRATUITO, confira!

+ Boletim entrevista João Amoêdo – Parte 1

+ Boletim entrevista João Amoêdo – Parte 2

+ Boletim entrevista João Amoêdo – Parte 3

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também