fbpx
PUBLICIDADE


Filha de vítima de atropelamento por carro alegórico critica vice-campeã Tuiuti

Escola de samba que teve carro alegórico desgovernado no Carnaval do ano passado conseguiu o vice-campeonato com enredo crítico aos liberais

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Carnavalesco)

A escola de samba Paraíso do Tuiuti, que chamou a atenção pelo enredo crítico a reformas liberais como a Trabalhista e ao governo Temer, conquistou o vice-campeonato do Carnaval 2018 no Rio de Janeiro. Ela perdeu o título para a Beija-Flor, que também fez um enredo crítico, mas de uma linha mais abrangente. O que nem todos sabem é que a agremiação foi uma das protagonistas dos acidentes ocorridos no trágico desfile do ano passado, com um de seus carros alegóricos se desgovernando e atropelando a jornalista Elizabeth Ferreira Jofre, infelizmente vítima fatal. Sua filha quebrou o silêncio depois da apuração deste ano.

Raphaella Pontes falou ao jornal O Globo: “É muito fácil quando não é sua mãe ou seu parente. É muita alegria. A gente comemora e vibra, né? Eu achava que a tragédia só acontecia com o vizinho até que a dor bateu também na minha porta e eu enxerguei que acontece com todos. Ninguém está livre de nada. A única coisa que podemos pedir é livramento a Deus. Uma escola que jamais merecia estar no Grupo Especial esse ano. Tinha que ter sido rebaixada sim! Que atropelou vinte pessoas ano passado e fez uma vítima fatal. Que deixou todas as vítimas em hospital municipal onde falta o básico”. [1]

Pontes afirmou ainda que a agremiação de São Cristóvão não ofereceu qualquer apoio ou indenização às vítimas. “Aí colocaram um Carnaval fazendo protesto… o sujo falando do mal lavado, porque nem eles fazem a parte deles, nem eles arcam com suas responsabilidades com a tragédia que cometeram na vida de muitos, com a minha mãe que morreu por falta de recurso”, sustentou, e concluiu: “Nojo e tristeza me definem no dia de hoje”.


PUBLICIDADE



+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.