Bernardinho se filia ao NOVO e pode ser candidato no Rio já em 2018

Ex-técnico da seleção brasileira de vôlei já foi filiado ao PSDB e chegou a ser cogitado como sendo um possível candidato tucano de perfil “outsider” no Rio

- Publicado no dia
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Bernardinho, ex-técnico da seleção brasileira de vôlei, não faz mais parte dos quadros do PSDB – agora, ele está filiado ao Partido Novo. Segundo o jornal O Globo, João Amoêdo, presidente da legenda, teria afirmado que o projeto é que ele seja candidato ao governo do Rio.

A desfiliação do PSDB teria sido identificada há dois meses pelos sociais-democratas durante um levantamento de rotina. Há alguns anos, chegou a existir uma movimentação entre os tucanos para lançá-lo também candidato ao Palácio Guanabara, mas o compromisso com a seleção brasileira nas Olimpíadas do Rio foi priorizado pelo então treinador. A seleção acabou ganhando a medalha de ouro na competição.

A aproximação de Bernardinho com o Partido NOVO, porém, não é recente. Durante o primeiro encontro nacional do partido, em 2014, Bernardinho foi um dos palestrantes. No ano passado, no jantar em comemoração dos resultados eleitorais da legenda no Rio, Bernardinho esteve presente.

Há poucos dias, como foi publicado pelo Boletim, levantou-se na imprensa especulações de que o apresentador de televisão Luciano Huck também estaria conversando com apoiadores do partido. No dia 9, o Boletim da Liberdade entrevistou, com exclusividade, a professora Carmen Migueles, que foi a primeira e única candidata do Partido Novo a um cargo executivo em 2016.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também