fbpx

Demissão de diretor da Escola Britânica (RJ) causa desconforto entre pais e Conselho

Mark Waldron ocupava posição de diretor desde julho de 2022

Nas últimas semanas, pais e mães de estudantes da Escola Britânica do Rio de Janeiro foram surpreendidos com o desligamento repentino de Mark Waldron da diretoria do colégio. Waldron ocupava a cadeira desde julho de 2022. Ao anunciar a saída do diretor, a escola informou que ele “concordou em renunciar ao cargo”. No entanto não havia sequer um plano de transição coordenado.

Imediatamente surgiu um novo nome para substituir Waldron. Isso levou parte dos pais de alunos a considerarem que o desligamento, na verdade, seria um boicote ao ex-diretor. Entretanto, há outras especulações a respeito da saída de Mark Waldron. Em primeiro lugar, de que professore e colaboradores que não concordavam com a forma que o diretor tratava temas polêmicos, como ideologia de gênero. Em segundo lugar, de que os membros do Conselho da escola teriam atitudes não profissionais, que o então diretor da Escola Britânica se colocava contra.

A associação de pais da escola organiza um abaixo-assinado para coletar assinaturas e cobrar uma esclarecimentos do Conselho da escola. O documento já conta com quase 500 assinaturas.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?