fbpx

Alerj discute ações para combater a indústria das multas

Os parlamentares querem que os motoristas possam identificar as operações de trânsito e de segurança pública

As comissões de Combate à Desordem Urbana e de Transportes da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) debatem ações de combate à indústria das multas. A audiência pública será nesta terça-feira (05/09), às 11h, com a finalidade. São inúmeras reclamações que chegam aos gabinetes denunciando abusos cometidos nas operações de trânsito.

A audiência pública terá a presença dos representantes da Guarda Municipal, Detran, Polícia Militar, garis e sociedade em geral. “Esse entendimento do que é blitz de trânsito e o que é uma operação de combate ao crime é fundamental, até para os próprios servidores. Um policial que está nas ruas para apreender armas e drogas não deveria se ater a pneus supostamente carecas até porque não é técnico do Detran”, alerta o deputado Alan Lopes (PL-RJ).

Os parlamentares querem que os motoristas possam identificar e diferenciar operações de trânsito e de segurança pública. De acordo com as queixas, a apreensão de veículos e a transferência para depósitos distantes da capital trazem transtornos e prejuízos à população fluminense.

Para o deputado Dionísio Lins (PP/RJ), ‘‘é preciso colocar um freio nos abusos, para que o cidadão não seja penalizado por essa indústria de multas, como vem ocorrendo”. Ainda de acordo com o deputado, as multas deveriam conter fotos da infração. A sugestão dele seria a utilização de câmeras nos uniformes dos guardas municipais, como já é de uso da Polícia Militar, para registrar as ocorrências e infrações no trânsito, para comprovar caso o cidadão conteste.

 

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?