fbpx

Lula vai tirar bombeiros e policiais militares de escolas públicas, diz ministro

Em resposta à decisão do Governo Lula, 12 estados e o Distrito Federal anunciaram que vão dar continuidade ao modelo

O presidente Luis Inácio Lula da Silva vai revogar o decreto do ex-presidente Jair Bolsonaro que permite a presença de bombeiros e policiais militares nas escolas públicas, que operam no modelo cívico-militares, afirmou Camilo Santana, ministro da Educação.

Na semana passada, o Ministério da Educação (MEC) já havia recomendado que as 216 instituições deste modelo migrem para os moldes “normais” e que cada sistema de ensino defina estratégias para reintegrar escolas cívico-militares às redes regulares.

Em resposta à decisão do Governo Lula, os governadores Tarcísio de Freitas (SP), Romeu Zema (MG), Ratinho Júnior (PR) e Eduardo Leite (RS) anunciaram que vão continuar com o modelo de ensino em seus respectivos estados.

Leia também:  Jornalista português é detido pela PF antes de manifestação bolsonarista

Ao todo, 12 estados e o Distrito Federal anunciaram que vão dar continuidade às escolas cívico-militares.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?