fbpx

Haddad prioriza investimentos privados para transição ecológica

Ministro disse que a transição começará em agosto com a "Lei do Crédito de Carbono"

O Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse em entrevista ao G1 nesta segunda-feira (10) que pretende fazer parcerias com a iniciativa privada para colocar o Plano de Transição Ecológica do governo Lula em prática.

Leia também: Lula quer criar “Foro Amazônico” para administrar repasses da UE

De acordo com o Ministro, havia uma equipe, comandada pelo Secretário Executivo da Fazenda, Dario Durigan, “trabalhando em silêncio” nos últimos meses mapeando todas as oportunidades para modernizar a infraestrutura produtiva do Brasil.

Além disso, o objetivo do Plano é gerar energia limpa, atrair investimentos estrangeiros em “produtos verdes” e combater o desmatamento. Haddad menciona sem dar muitos detalhes um futuro Marco Regulatório da Mineração.

“A maioria do investimento é privado, não é público. Ou em parceria com o público, mas predominantemente privado”, disse.

O Plano de Transição Ecológica contém mais de 100 ações que vão ser implementadas até o fim do mandato, prometeu Haddad. O Ministro, porém, disse que números que o governo espera gerar de investimentos, empregos e crescimento do PIB ainda não foram estipulados.

O petista disse ainda que dará largada no plano com a “Lei do Crédito de Carbono” que deve ser enviada ao Congresso em agosto.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?