fbpx

Madeleine Lacsko volta ao Fórum da Liberdade para lançar livro

Outros nove autores terão obras lançadas durante o evento, que ocorrerá em 13 e 14 de abril, em Porto Alegre
Foto: Talles Kunzler

Compartilhe

A jornalista, escritora e palestrante Madeleine Lacsko retorna ao Fórum da Liberdade, em 2023, para lançar seu novo livro. Outros nove autores terão obras lançadas durante o evento, que ocorrerá em 13 e 14 de abril, em Porto Alegre. Entre eles estão palestrantes do evento, como o padre Robert Sirico, o urbanista francês Alain Bertaud e o editor do site HumanProgress.org, Marian Tupy.

Madeleine é colunista do UOL e responsável pelo projeto Cidadania Digital, na Gazeta do Povo, assim como especialista da Fundação da Liberdade Econômica. Em 2o22, ela participou de um dos grande painéis que abordava a necessidade de resgatar o debate público em meio à intolerância de ideias. Depois que Madeleine começou a carreira em 1996, ela atuou nas rádios Trianon e Jovem Pan, e nos sites Antagonista e Huffington Post Brasil. Foi também consultora do Unicef Angola na campanha de erradicação da pólio no país africano. Por outro lado, atuou como diretora de comunicação do Charge.org, assessora no STF e da Comissão de Direitos Humanos da Alesp.

No FL, lançará a obra “Cancelando o cancelamento: como o identitarismo da militância tabajara ameaça a democracia”. O livro, de 224 páginas, é fruto de uma investigação jornalística e filosófica, visto que esse novo movimento da esquerda progressista, o identitarismo cancelador. Madeleine mostra o que fundamenta e como funciona a mente dos militantes do cancelamento, além de expor o esqueleto das campanhas que assombram a democracia brasileira.

Com apresentação do humorista Claudio Manoel (Casseta & Planeta), o livro traz ainda dois textos de históricos esquerdistas brasileiros que concordam profundamente com as críticas de Madeleine: a introdução do jornalista Raphael Tsavkko Garcia e o posfácio de Aldo Rebelo.

Reprodução
Reprodução

Confira todos os lançamentos

“Cancelando o cancelamento: como o identitarismo da militância tabajara ameaça a democracia”, de Madeleine Lacsko

Madeleine faz uma investigação jornalística e filosófica sobre esse novo movimento da esquerda progressista, o identitarismo cancelador, aliando anos de estudos e uma robusta compilação de informações, A autora mostra o que fundamenta e como funciona a mente dos militantes do cancelamento, além de expor o esqueleto das campanhas que têm esse objetivo. Publicação da LVM Editora.

Leia também:  Força na Peruca: Cris Monteiro e Madeleine Lacsko lançam podcast

“A economia das parábolas”, de Robert Sirico

O padre Robert Sirico se debruça sobre 13 parábolas da Bíblia para revelar lições práticas de Jesus em sua pedagogia evangelizadora que chancelavam princípios como o do livre comércio, da dignidade através do mérito do trabalho, da propriedade privada e do lucro por meio de um acordo de mercado. Dessa forma, o autor traz ainda um ensaio sobre a relação do catolicismo, do socialismo e do liberalismo, deixando claro que a filosofia liberal, em sua essência, está em consonância com as virtudes cristãs milenares. Publicação da LVM Editora.

“Superabundance: the story of population growth, innovation, and human flourishing on an infinitely bountiful planet”, de Marian Tupy e Gale L. Pooley

Em parceria com Gale L. Pooley, Marian Tupy vai no sentido contrário do pensamento de que os recursos da Terra estão se esvaindo enquanto a população e a exploração aumentam. Em conclusão à pesquisa uma pesquisa, os autores entenderam que a abundância de recursos aumentou mais rapidamente do que a população, graças à inovação. Com ideias inovadoras, mostra a obra, é possível superar a escassez, estimular o crescimento econômico e elevar os padrões de vida.

“Ordem sem design: como os mercados moldam as cidades”, de Alain Bertaud

Versão em português da editora Bookman do livro de 2018 “Order without design, how markets shape cities”. A obra do francês Alain Bertaud, ex-urbanista-chefe do Banco Mundial e hoje consultor e membro sênior do Marron Institute of Urban Management, da Universidade de Nova York, estabelece uma ligação entre o desenvolvimento das cidades com o planejamento e as demandas de mercado.

Leia também:  Força na Peruca: Cris Monteiro e Madeleine Lacsko lançam podcast

“O grego, o frade e a heroína – A revolução pacífica e civilizatória”, de Roberto Rachewsky

Empresário, cofundador, ex-presidente e ex-conselheiro do Instituto de Estudos Empresarias (IEE), do Instituto Liberdade e do Instituto Atlantos, além de articulista no jornal Zero Hora e em sites como os do Instituto Liberal e Mises Brasil, No livro da LVM Editora, Rachewsky parte de Aristóteles, na Grécia, passa por Tomás de Aquino, na Itália do século 13, e chega a Ayn Rand no século 20. Nesse sentido, o autor demonstra que há um fio condutor de evolução e percepção filosófica mesmo com os séculos que os separam.

“A história do Brasil por suas constituições”, de Rodrigo Saraiva Marinho

Por meio da análise das oito constituições brasileiras, o advogado, professor, mestre em Direito Constitucional e empresário Rodrigo Saraiva Marinho busca responder à pergunta “Por que o Brasil não dá certo?”. Uma vez que o leitor se debruça nas 144 páginas da obra, ele conhece a insegurança jurídica, os impactos sociais, monetários, econômicos e entraves políticos causados pelas mudanças nas leis.

“Sucesso: como obtê-lo – As lições de 20 líderes que mudaram o mundo”, de Richard Koch

De Leonardo da Vinci a Steve Jobs, de Albert Einstein a Madonna e Margaret Thatcher, o escritor, palestrante, investidor, investidor anjo e empreendedor Richard Koch traça um mapa para o sucesso de 20 líderes em suas respectivas áreas. Em virtude de explicar os caminhos, Kock lista nove passos, dentre os quais o uso da autoconfiança, da intuição e das experiências transformadoras. Publicação da LVM Editora.

Leia também:  Força na Peruca: Cris Monteiro e Madeleine Lacsko lançam podcast

“Indivíduo, Economia e Estado”, de Murray Rothbard

O autor usa como fundamento teórico a obra “Ação Humana”, de Ludwig von Mises. Ao mesmo tempo em que a insere em um contexto econômico científico mais profundo, ele escrutina as problemáticas técnicas das teses econômicas modernas. Trata-se de um manual histórico sobre o funcionamento e desenvolvimento da moderna economia austríaca, com exemplos práticos e conclusões que vão do mais básico ao complexo, com gráficos, tabelas e uma abordagem analítica clara e ampla. Obra da LVM Editora com tradução de André Burger, associado honorário do IEE.

“Ação Humana: um tratado de economia”, de Ludwig von Mises

A obra magna de um dos maiores economistas da história, Ludwig von Mises, foi realizada em edição conjunta da LVM Editora e do Instituto Liberal com apoio do Instituto Mises. O livro é considerado um dos pilares da ciência econômica do século 20, centrado na refutação das teorias que excluem a participação humana dos processos econômicos. Para Mises, todos os valores humanos são oferecidos como opção e submetidos às decisões individuais, o que se revela como o princípio da responsabilidade.

Fórum da Liberdade 2023

Entre os participantes estão o economista Adriano Paranaíba e o economista e head da Liberta Investimentos, Fernando Ulrich. Além do o fundador e CEO da Wiser Educação, Flávio Augusto. O deputado federal Marcel van Hattem (NOVO/RS), a jornalista e escritora Leda Nagle, e a diretora associada da Atlas Network, Antonella Marty, marcarão presença. Para conferir a lista completa de palestrantes acesse o site oficial do Fórum.

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?