fbpx

Eleitor de Lula, Amoêdo critica CPI para investigar violações de direitos e garantias fundamentais 

Ex-dirigente partidário do NOVO, atualmente suspenso, reclamou que parlamentares da sigla liderem a iniciativa que busca "investigar violação de direitos e garantias fundamentais" em decisões do STF e TSE

Fundador e ex-presidente do NOVO, João Amoêdo criticou que o partido lidere o pedido de CPI que classificou “contra o STF e o TSE”.

“Uma ação que tem como objetivo incentivar a manutenção de manifestações golpistas e tumultuar a democracia. O partido descumpre seu estatuto e se distancia ainda mais dos princípios da sua fundação”, reclamou o político nas redes sociais, que declarou no segundo turno voto em Lula (PT).

Como noticiado pelo Boletim da Liberdade, a CPI foi liderada pelo deputado federal Marcel van Hattem (NOVO) e protocolada nesta quinta-feira (25).

A Comissão, se aberta, buscará “investigar a violação de direitos e garantias fundamentais, a prática de condutas arbitrárias sem a observância do devido processo legal, inclusive com a adoção de censura, e atos de abuso de autoridade”.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?