fbpx

Lideranças do MBL e Podemos divergem sobre substituição de Arthur do Val

O parlamentar se desfiliou do partido após o vazamento de áudios controversos e ainda não está decidido quem será o candidato ao governo de São Paulo

Líderes e coordenadores do Movimento Brasil Livre estão discutindo a possibilidade de abandonar o Podemos, depois de se filiarem ao partido em janeiro. O motivo, segundo o jornal “Folha de S. Paulo’, é o fim do projeto de candidatura do deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP) para o governo de São Paulo. [1]

Conforme o Boletim já repercutiu, o parlamentar se desfiliou do partido após o vazamento de áudios em que fez declarações controversas na Ucrânia. O deputado está prestes a enfrentar um processo de cassação na Assembleia Legislativa de São Paulo.

O MBL e o Podemos estariam discordando acerca da escolha do substituto de Do Val. O movimento sustenta que o acordo costurado entre as duas organizações preveria que caberia ao MBL fazer a substituição, enquanto o partido acredita que o acordo se referia exclusivamente ao próprio deputado.

A “Folha” diz ainda que existe dentro do Podemos um movimento crescente para fazer a presidente do partido, Renata Abreu, ser a substituta no pleito. Essa linha de pensamento contaria com o apoio do pré-candidato à Presidência da República, Sérgio Moro.

O MBL quer que o vereador Rubinho Nunes (Podemos-SP) ou o deputado estadual Heni Ozi Cukier (sem partido) herdem a vaga. O movimento também ficou insatisfeito com a reação imediata de Moro e do Podemos de condenar Arthur do Val sem ouvi-lo.

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?