fbpx

Presidente do Podemos anuncia procedimento disciplinar sobre caso de Arthur do Val

A presidente do partido do ex-juiz Sérgio Moro afirmou que as declarações atribuídas ao deputado estadual são "gravíssimas e inaceitáveis"

A deputada federal Renata Abreu (Podemos-SP), presidente nacional de seu partido, se manifestou em nota oficial nesta sexta-feira (4) sobre os áudios vazados do deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP), postulante ao governo de São Paulo. Ela anunciou a instauração de uma apuração interna do caso. [1]

“Gravíssimas e inaceitáveis são as declarações do deputado estadual Arthur do Val, que foram divulgadas na imprensa”, afirmou Renata, complementando: “O Podemos repudia com veemência as declarações e, com base nelas, instaura de imediato um procedimento disciplinar interno para apuração dos fatos”.

A presidente do Podemos declarou ainda que as palavras de Do Val “não se resumem ao completo desrespeito à mulher, seja ucraniana ou de qualquer outro País, mas de violações profundas relacionadas a questões humanitárias, em um momento em que esse povo enfrenta os horrores da guerra”.

Renata Abreu concluiu afirmando que ainda não conseguiu contato com o deputado, ainda em voo para o Brasil. Conforme o Boletim noticiou, os áudios divulgados, atribuídos ao parlamentar, analisam, em tom informal, a beleza das refugiadas ucranianas e das policiais: “elas são fáceis, pois são pobres”, diz.

O áudio foi condenado pelo pré-candidato à presidência pelo Podemos, Sérgio Moro. O senador Alessandro Vieira (Cidadania-RS), por sua vez, disse que Arthur do Val é um “completo idiota em dois países simultaneamente, ainda mais com um deles em guerra”. [2]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?