fbpx
PUBLICIDADE

Jair Bolsonaro responsabiliza Paulo Guedes por falta de bônus para auditores

Sindicato dos auditores-fiscais da Receita Federal argumenta que atraso se deve a cortes no Orçamento provocados pelo reajuste salarial de policiais
Bolsonaro e Paulo Guedes (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
PUBLICIDADE

O presidente da República, Jair Bolsonaro, apontou nesta sexta-feira (24) o Ministério da Economia de Paulo Guedes como responsável pela não-regulamentação do bônus de produtividade para auditores. A declaração foi feita no Palácio da Alvorada, após a assinatura do plano de recuperação fiscal de Goiás. [1] [2]

PUBLICIDADE

“Vou conversar com Paulo Guedes hoje de novo. Olha, eles queriam a questão de uma regulamentação de uma produtividade. Custava R$ 200 milhões. E a Economia que resolveu não ceder. Da minha parte teria cedido porque não é reestruturação, não é nada. É o cumprimento do dispositivo legal”, afirmou Bolsonaro.

O presidente acrescentou, estendendo sua crítica direta ao Ministério da Economia: “Não precisa ser tão rígido dessa maneira. O governo não é uma empresa. A gente não quer estourar teto, não quer fazer nenhuma estripulia, mas não custava nada atender”, sustentou Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Leia também:  'Petrobras pode mergulhar Brasil num caos', diz Bolsonaro

O Bônus de Eficiência e Produtividade na Atividade Tributária Aduaneira foi criado por medida provisória em 2016 e convertido em lei em 2017, mas não foi regulamentado até agora. Caso o pagamento seja regulamentado, há expectativa de ocorrer um gasto extra de R$430 milhões.

Ao menos 635 auditores-fiscais abriram mão de cargos como parte do protesto por cortes no orçamento da Receita Federal em 2022 que foram aprovados pelo Congresso. De acordo com o sindicato nacional dos auditores, os cortes se deram para pagar o reajuste salarial para policiais pedido por Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Entre em nossos grupos do WhatsApp para continuar tendo acesso às nossas notícias, incluindo um balanço semanal do principal que foi publicado. É gratuito. Clique aqui.

Leia também:  'Petrobras pode mergulhar Brasil num caos', diz Bolsonaro

Aproveitamos para te convidar a assistir abaixo a nossa última transmissão ao vivo em nosso canal do YouTube tendo como tema petróleo, polêmicas e soluções:

Compartilhe essa notícia:

APOIO

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?