fbpx
PUBLICIDADE

Deltan Dallagnol, ex-Lava Jato, anuncia saída do MP e pode entrar para a política

Procurador ficou conhecido pela operação que investigou corrupção na Petrobras e resultou na prisão do ex-presidente Lula; Sérgio Moro também deve estrear em 2022
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
PUBLICIDADE

Ex-coordenador da força tarefa da Operação Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol anunciou nesta quinta-feira (4) sua saída do Ministério Público Federal. [1]

PUBLICIDADE

Em vídeo divulgado nas redes sociais para comunicar a decisão, ele enalteceu o trabalho e as conquistas da Lava Jato, que teria trazido “esperança que podemos construir sim um país mais justo e melhor”, e lamentou o que chamou de “retrocessos” anos últimos anos.

“Nós temos notícias cada vez piores sobre processos anulados, leis desfiguradas e corruptos alcançando a impunidade. A sensação é que o que nós fizemos está sendo desfeito e a impunidade é uma carta branca para quem nos rouba continue roubando. Isso precisa parar”, pregou.

PUBLICIDADE

Na sequência, Dallagnol afirmou que o “momento difícil exige que façamos tudo que esteja ao nosso alcance pelos meios democráticos para desfazer os retrocessos do combate à corrupção e restaurar a justiça, manter a esperança viva e lutar pela transformação que nós queremos”.

Leia também:  Deltan: 'brechas nas leis e a demora na justiça garantem a impunidade'

Ao fim, avaliou que crê que “poderá fazer mais pelo país fora do Ministério Público, lutando com mais liberdade nas pautas que nós acreditamos”, reforçando a importância do voto consciente.

Política

Embora não tenha dito claramente que pretende entrar para a política, a possibilidade, sugerida no vídeo, foi reforçada pela jornalista Eliane Catanhêde no jornal “O Estado de S. Paulo”.

Segundo ela, a “vontade” do procurador seguir o meio eleitoral não seria nova, mas o “esvaziamento” da Lava Jato teria sido, tanto para ele quanto para Sérgio Moro, que se filia ao Podemos na próxima semana, uma bandeira a ser lutada: o resgate dos “méritos e êxitos” da operação. [2]

Leia também:  Deltan: 'brechas nas leis e a demora na justiça garantem a impunidade'

Assista, abaixo, ao vídeo publicado por Deltan Dallagnol na íntegra:

Compartilhe essa notícia:

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

MARCAS APOIADORAS

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?