fbpx
PUBLICIDADE

Mitraud: ‘Candidatura não estava nos meus planos’

Deputado federal admitiu surpresa ao saber que estavam coletando assinaturas para seu nome, mas disse que, após conversas, decidiu "não se opor à iniciativa" e que hoje já conta com o endosso de 8 de 19 diretórios estaduais
Tiago Mitraud (Wilson Dias/Agência Brasil)

O deputado federal Tiago Mitraud (NOVO/MG) veio a público no início da noite desta quarta-feira (2) comentar sobre as menções ao seu nome como possível pré-candidato do Partido Novo à presidência da República.

Em um longo fio no Twitter, o parlamentar disse que concorrer à sucessão de Jair Bolsonaro “não estava em seus planos” e que fora surpreendido ao saber que o Diretório de Santa Catarina iniciou o movimento.

“Após conversar com mais dirigentes e mandatários, entendi que a indicação de mais nomes é saudável ao partido, e decidi não me opor à iniciativa. Não estou atuando na coleta, mas fui informado que a carta já conta com a assinatura de 8 dos 19 diretórios estaduais”, disse Mitraud, que considerou-se “honrado” pelo convite.





Ao fim, o deputado também defendeu que “o melhor para a instituição Partido Novo é que uma decisão desta magnitude seja tomada por nossos dirigentes após a avaliação de diferentes nomes”, salientando que esse processo tem que ser “transparente e com igualdade de oportunidades a todos os filiados”.

Ao fim, o deputado parabenizou João Amoêdo “independente do meu nome vir ou não a ser considerado” e torceu para que a convenção “tenha muitos bons nomes à sua disposição”.

“Agradeço profundamente o carinho e apoio que tenho recebido. Independente do papel que eu venha a ter em 2022, contem sempre comigo”, concluiu Tiago Mitraud.

Como noticiado pelo Boletim da Liberdade mais cedo, o anúncio da candidatura de João Amoêdo não encontrou muita adesão na bancada da sigla. Dos oito deputados federais do NOVO, apenas Vinicius Poit (NOVO/SP) claramente apoiou Amoêdo.





Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama