fbpx
PUBLICIDADE

Enviado especial dos EUA avalia positivamente discurso de Bolsonaro

Havia tensão sobre a repercussão que a presença e a fala de Bolsonaro poderiam causar na Cúpula do Clima; presidente dos Estados Unidos, o democrata Joe Biden já havia criticado o governo brasileiro
John Kerry (Foto: Embaixada Estados Unidos / Wikimedia)

Se as tensões sobre a imagem do Brasil após a Cúpula do Clima pairavam sobre a repercussão que teria o discurso de Jair Bolsonaro, o presidente pôde dormir, nesta quinta-feira (22), aliviado. [1]

Em declaração à imprensa, o enviado especial do governo norte-americano para o evento, John Kerry, classificou a fala como “muito boa”.

Em outro comunicado, feito pelo porta-voz do Departamento de Estado, os americanos observaram que a fala do brasileiro teve “tom positivo e construtivo”, mas salientaram que ainda seria preciso resolver “muitos detalhes”. [2]





Entre outros aspectos, como reportado pelo Boletim da Liberdade, Jair Bolsonaro defendeu a bioeconomia, a redução da emissão dos gases que produzem o efeito estufa e solicitou maior ajuda financeira para a preservação dos biomas brasileiros.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama