fbpx
PUBLICIDADE

Após decisão, Lira faz crítica a Moro e alivia para Lula

Comentário do presidente da Câmara dos Deputados nas redes sociais gerou controversas por ter sido apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro; João Amoêdo e Kim Kataguiri (DEM/SP) foram alguns dos que se manifestaram
Foto: Reprodução

Após a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, nesta segunda-feira (8) anulando condenações do ex-presidente Lula, começaram a surgir rumores de que a medida poderia servir para evitar a condenação por suspeição do ex-juiz Sérgio Moro – e, com isso, resultar, à reboque, em anulações em série de diversas outras condenações da Lava Jato.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP/AL), em sua manifestação nas redes sociais sobre o assunto, logo apressou-se de abordar a hipótese  – e não escondeu o posicionamento crítico ao ex-ministro da Justiça, considerado implacável no combate à corrupção.

“Minha maior dúvida é se a decisão monocrática foi para absolver Lula ou Moro. Lula pode até merecer. Moro, jamais”, escreveu. [1]





Nas redes, críticos à anulação das condenações de Lula comentaram a declaração e relembraram que Lira foi apoiado pelo governo Bolsonaro para comandar a Câmara.

“Esse é o presidente da Câmara, apoiado por Bolsonaro, que, ao contrário do discurso, só dificulta o combate à corrupção”, escreveu João Amoêdo, que concorreu à presidência da República em 2018 pelo NOVO e é um dos fundadores da sigla. [2]





Já o deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP) também aproveitou o comentário do presidente da Câmara para relembrar o apoio dos bolsonaristas a ele.

“23h49: O presidente da Câmara precisa ser aliado do Bolsonaro, conservador, patriota e de direita. 00h00: ‘Lula pode até merecer, Moro Jamais'”, escreveu, replicando o comentário de Lira. [3]





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama