fbpx
PUBLICIDADE

Bia Kicis deve assumir Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputada é uma das mais fiéis aliadas do presidente Jair Bolsonaro e próxima de conservadores como Olavo de Carvalho; em 2020, ela chegou a pedir, no Senado, impeachment de ministro do STF
Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

A deputada federal Bia Kicis (PSL/DF), uma das mais fiéis aliadas do presidente Jair Bolsonaro e há longo tempo ativista política, deve presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados de acordo com informações de bastidores de Brasília. Kicis apoiou o novo presidente da Câmara, o deputado federal Arthur Lira (PP/AL).

A Comissão é considerada uma das mais importantes, ou mesmo a mais importante, da Casa. A tramitação de todos os projetos precisam passar por ela, inclusive um eventual processo de impeachment que venha a tramitar.

Nas redes, bolsonaristas e conservadores celebraram a notícia. Kicis, por sua vez, classificou a nomeação como uma “grande honra” e “muita responsabilidade”.





Em maio de 2020, Kicis, em conjunto com outros deputados aliados do presidente, deram entrada no Senado Federal em um impedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF.


Atualizado em 23h59 de 03/02: apesar da indicação, o nome ainda precisa ser confirmado no colegiado. Deputados insatisfeitos tentam mobilizar outro nome para o posto.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama