fbpx
PUBLICIDADE

Influenciador polêmico convida Olavo para nova plataforma de pagamento

Raiam Santos, conhecido por vender cursos na internet e por ostentar padrão financeiro de alto nível, afirmou que na Kiwify "a gente é da direita também" e que plataforma é "antilacração"
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Durante a especulação de que Olavo de Carvalho havia sido excluído pelo PagSeguro, o polêmico influenciador digital Raiam Santos, com mais de 1,5 milhão de seguidores no Instagram, se manifestou nas redes sociais.

PUBLICIDADE

Conhecido por ostentar um elevado padrão financeiro, vender cursos online e apoiar o presidente Jair Bolsonaro, Raiam afirma ser cofundador da Kiwify, nova plataforma de venda de infoprodutos que tem ganhado popularidade na internet.

“Fiquei sabendo que o PagSeguro bloqueou a conta do Olavo de Carvalho só porque ele é da direita. Olavo, vem pra Kiwify, a gente é da direita também”, disse em um story publicado no Instagam, em que classifica a plataforma como “antilacração”.

PUBLICIDADE

Apesar do convite, Raiam não consta no quadro societário da empresa, cujo CNPJ é exposto na página. A companhia possui entre os sócios os empresários Felipe Alves da Silva, Ieda Maria de Miranda e Artur de Oliveira Ribas. [1][2]

Sobre o PagSeguro e Olavo de Carvalho, como já publicado pelo Boletim da Liberdade, o banimento foi desmentido pelo filósofo e pela plataforma.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama