fbpx
PUBLICIDADE


Doria afirma que, caso aprovada, vacina chinesa será obrigatória em SP

Governador tucano também falou que, na ausência de atestado que justifique não se vacinar, “medidas legais” poderão ser tomadas contra o cidadão que se recusar a tomar injeção

- Publicado no dia
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (16) que será obrigatória a vacinação contra a Covid-19 quando o produto for aprovado pela Anvisa.

São Paulo, por meio do Instituto Butantan, está na fase final dos experimentos da vacina chinesa feita em parceria com a farmacêutica Sinovac. [1]


PUBLICIDADE



“Em São Paulo a vacinação será obrigatória, exceto para quem tenha orientação médica e atestado médico de que não pode tomar a vacina”, disse o governador, como reportado pelo site Época Negócios.

Doria ameaçou ainda que, caso haja insistência em posição contrária, haverá a tomada de “medidas legais”, sem detalhar quais.

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.