fbpx
PUBLICIDADE


Ex-candidato a vice-presidente critica tratamento do NOVO ao caso Sabará: ‘muito amador’

Para o professor Christian Lohbauer, o partido precisa “amadurecer” a forma como resolve questões similares, evitando as discussões virtuais de política interna

- Publicado no dia
Christian Lohbauer (Foto: Reprodução / Scoopnest)

O professor Christian Lohbauer, que foi candidato à vice-presidência na chapa do Partido Novo em 2018, se manifestou nesta sexta-feira (25) sobre o caso dos questionamentos ao candidato a prefeito de São Paulo, Filipe Sabará. Lohbauer fez severas críticas ao comportamento da própria sigla diante da questão.

Desde o começo de seu comentário através das redes sociais, o professor contestou a postura de alardear o assunto em público. Para ele, o Comitê de Ética fez alegações “muito fracas” sobre a imagem de Sabará, incluindo gestos como elogios a Paulo Maluf ou ao presidente Jair Bolsonaro como parte da denúncia. “É tudo subjetividade que não deveria levar a nenhum tipo de processo contra ninguém no partido”, sustentou.


PUBLICIDADE



Sabará também teve sua declaração de patrimônio questionada. Lohbauer concordou em que há necessidade de esclarecimento, mas não acredita que haja problemas. O ponto mais sério seriam as dúvidas sobre a formação acadêmica do candidato. Porém, para Lohbauer, Sabará tem direito a defesa e “a discussão tem que ser técnica”. Apesar do desgaste para o partido, na opinião dele, o caminho é se ater à discussão das provas.

Lohbauer afirmou ainda que o NOVO já é protagonista no cenário nacional e precisa “amadurecer”: “Não é possível que a gente não consiga resolver os problemas do partido conversando antes. Esse modelo de ficar mandando e-mail, de ficar fazendo debate na letra da regra via eletrônica, (…) é para quando o partido não existia. (…) É muito amador o jeito que é feito, a gente cria muitos problemas para nós mesmos. Nós somos uma agremiação política, a gente precisa conversar antes”. Confira o vídeo:

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.