fbpx
PUBLICIDADE


João Amoêdo diz que quer Sérgio Moro no Partido Novo

O engenheiro e fundador da sigla disse que não há nenhum convite formal, mas que qualquer legenda deseja ter o ex-juiz e ex-ministro como filiado

- Publicado no dia
João Amoêdo (Foto: Júlio Cordeiro / Agencia RBS)

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, notabilizado pela sua atuação na Operação Lava Jato, já se tornou alvo de partidos políticos. Um deles é o Partido Novo – ao menos é o que garante o engenheiro João Amoêdo, fundador da sigla, em participação nesta sexta-feira (1) em live com o arquiteto Miguel Pinto Guimarães. [1]

Amoêdo foi perguntado se já havia feito um convite formal para o ex-juiz e ex-ministro integrar a legenda. O engenheiro respondeu: “Qual é o partido sério que não gostaria de ter Moro em seus quadros? O convite está feito.” Porém, interrogado novamente pela VEJA mais adiante, Amoêdo disse que não há convite formal. “Perguntado sobre no Novo, respondi que qualquer partido sério gostaria de ter o ex-ministro em seus quadros”, explicou. [2]


PUBLICIDADE



As pesquisas eleitorais já apontam que Moro pode ser um rival para Bolsonaro em uma eventual eleição presidencial em 2022. De acordo com pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas, Moro aparece, no cenário eleitoral mais provável, em segundo lugar com 18,1% das intenções de voto, atrás de Bolsonaro, com 27%, e empatado tecnicamente com o petista Fernando Haddad, com 14,1%.

“Bolsonaro ganhou um adversário à altura para a próxima eleição. Ele perde muito potencial eleitoral para o Moro nas regiões Sul e Sudeste, onde reinava. Bolsonaro ganhou uma concorrência que não tinha nessa parte do país e começará a ter dificuldades por conta do Moro”, afirmou o diretor do instituto, Murilo Hidalgo. [3]

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.