fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaro confirma rearranjo ministerial com chegada de general Braga Netto

General responsável pela intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro durante o governo Michel Temer aceitou o desafio de substituir Onyx Lorenzoni em um dos ministérios mais importantes da esplanada
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro confirmou no fim da tarde desta quinta-feira (13) a mudança ministerial especulada nos últimos dias.

Ex-comandante da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, o general Braga Netto aceitou assumir o ministério da Casa Civil e substituirá Onyx Lorenzoni (DEM/RS), que irá para o Ministério da Cidadania.

Osmar Terra (MDB/RS), antigo titular da pasta, retornará – segundo o presidente – para o mandato de deputado federal.





Trata-se da terceira mudança ministerial desde o início do mês. Na última semana, Rogério Marinho, do PSDB, deixou a equipe de Paulo Guedes – onde era o responsável pela Previdência Social – para assumir o ministério do Desenvolvimento Regional. A mudança foi celebrada por parlamentares, que consideram Marinho uma pessoa de fácil interlocução com o Congresso.

Gustavo Canuto, ex-ministro da área, presidirá a Dataprev, estatal que está no rol de empresas a serem privatizadas pelo ministro Paulo Guedes.

Para analistas, a chegada de Braga Netto à Casa Civil pode ser interpretada como valorização do núcleo militar dentro do círculo mais próximo do presidente.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama