fbpx
PUBLICIDADE

Gabriel Monteiro anuncia saída do MBL: nova diretriz não agradou

Policial Militar do Rio de Janeiro e fenômeno nas redes, ativista tem mais de 700 mil inscritos e seguidores no YouTube e no Facebook, a maioria acumulados ainda em 2019; estilo dos vídeos lembra o canal "Mamãe Falei"
Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube

O novo posicionamento do Movimento Brasil Livre, chamado de “MBL 3.0”, começou a gerar as primeiras baixas. Uma das principais é o do ativista e policial militar Gabriel Monteiro, do Rio de Janeiro, que tem mais de 1 milhão de inscritos no YouTube e no Facebook e, rapidamente, tornou-se a figura mais conhecida do movimento na segunda maior cidade do país.

Nesta segunda-feira (18), Monteiro agradeceu nas redes “a oportunidade que teve de estar pouco mais de um ano no MBL” e anunciou, na sequência, seu desligamento da entidade. Ao Boletim da Liberdade, o ativista falou sobre o que lhe motivou a tomar a decisão.

“[Foi] a nova diretriz do MBL, chamada 3.0, e sua visão sobre o Bolsonaro. Não me agradaram”, disse.

Na sequência, o Boletim perguntou se Monteiro se considera afinado com o presidente e como avalia a Aliança pelo Brasil. Monteiro confirmou a afinidade e disse que “as pessoas que estão sinalizando vínculo com esse partido em potencial são alinhadas com muitos pensamentos que defendo”.





No V Congresso Nacional do Movimento Brasil Livre, realizado entre sexta (15) e sábado (16) em São Paulo, as principais lideranças do MBL criticaram duramente o governo e denunciaram um suposto viés autoritário de Bolsonaro e seus aliados.

+ ‘A direita brasileira foi estatizada’, avalia Renan Santos em congresso do MBL

+ Gabriel Monteiro, policial militar e ativista que se tornou o ‘Mamãefalei’ do Rio, conversa com o Boletim

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Siga o Boletim

Leia também

Coluna Panorama

Coluna de notas do mundo político, econômico e cultural, exclusiva para assinantes do Boletim da Liberdade e atualizada todas as segundas-feiras pela manhã