fbpx
PUBLICIDADE


Soltos após decisão do STF, Lula e Dirceu já falam em voltar para o poder

Discursos de Lula já têm tom propositivo e ritmo de campanha eleitoral, enquanto que Dirceu reafirmou ser socialista e disse, claramente, que voltou à trincheira da luta para ‘voltarmos ao governo do Brasil’

- Publicado no dia
Lula e Dirceu se reencontram após deixarem prisão (Foto: Reprodução/Facebook)

Menos de 24 horas após deixarem a prisão, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro José Dirceu já se encontraram em Curitiba e deram declarações sobre voltar ao poder.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Lula afirmou que está livre “para ajudar a libertar o Brasil dessa loucura que está acontecendo”.

“É preciso cuidar da educação, do emprego, da cultura, do prazer e da alegria. Aliás, a juventude não vive se não tiver prazer, motivação de vida, e é isso o que nós temos que oferecer para vocês”, afirmou, em tom de campanha eleitoral. [1]

Logo após sair da cadeia, ainda nas proximidades da sede da Polícia Federal de Curitiba, no Paraná, Lula também afirmou que a eleição que Fernando Haddad perdeu para Bolsonaro havia sido roubada.

Dirceu, porém, em vídeo divulgado por um aliado político – que o chama de “comandante” -, foi ainda mais enfático e disse claramente a intenção de voltar ao governo. [2]

“É uma alegria reencontrar o Lula Livre. […] Quero agradecer todos vocês pelo apoio, solidariedade, presença amiga, mais que camarada. Estou, agora, voltando a outra trincheira: estava na trincheira da prisão, estou agora de novo na trincheira da luta.”, disse.

Na sequência, o ex-ministro da Casa Civil afirmou que “agora [a luta] não é por Lula livre, mas para voltarmos ao governo do Brasil”. “Para isso, precisamos deixar claro que somos petistas, de esquerda e socialistas. Somos tudo contrários ao que esse governo está fazendo”, ameaçou.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.