fbpx
PUBLICIDADE


Organizações programam ações de conscientização sobre altos impostos

Confederação Nacional dos Jovens Empresários organizou ‘Feirão do Imposto’ em postos de combustíveis em mais de 17 cidades pelo país; no Rio de Janeiro, com o apoio da Rede Liberdade, haverá ‘Chopp sem Imposto’

- Publicado no dia
Evento do Feirão do Imposto em Maringá, em 2019 (Foto: Divulgação)

Organizações empresariais e liberais organizam entre maio e junho ações de conscientização sobre os altos impostos no país. Em geral, os projetos envolvem subsídios a preços de produtos durante algum tempo, atraindo a atenção do consumidor final sobre o impacto dos tributos no custo de vida.

A Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), por exemplo, organizou no último sábado (25) seu “Feirão do Imposto”. Em parceria com entidades regionais, postos de combustível venderam gasolina a preço mais barato. O projeto já ocorre há 17 anos e costuma atrair filas de motoristas interessados em abastecer com preços mais baratos.

“Nosso intuito é criar uma conscientização da população em geral sobre o tamanho da carga tributária e a necessidade da reforma tributária. Isso é feito através de ações no comércio, ações educacionais e de rua”, diz a assessoria de imprensa da organização.

No Rio de Janeiro, na próxima terça-feira (4), será a vez de se juntarem entidades como o Instituto Liberal, fundado em 1983, o movimento Livres, o Students for Liberty Brasil, além de outras entidades em destaque na cidade, como o Clube Liberal Isabel Paterson, formado por alunos da PUC-Rio.

Com o apoio da Rede Liberdade, que apoiará eventos similares em outras regiões, as organizações realizarão o evento “Chopp sem Imposto” em um bar localizado em Botafogo, na Zona Sul do Rio.


PUBLICIDADE



“O objetivo do evento é conscientizar o público sobre a alta carga tributária brasileira de uma forma descontraída e informal. Queremos causar essa reflexão”, ponderou ao Boletim da Liberdade a ativista Cecilia Lopes, diretora do Clube Liberal Isabel Paterson e uma das organizadoras do encontro.

Segundo ela, o Brasil “é um país que tem uma carga tributária muita alta, comparável aos países nórdicos, apesar de um nível de renda muito menor”.

“[Essa carga tributária] é totalmente descabida com a nossa realidade e ainda temos gastos do governo em uma magnitude absurda. Há até cobranças absurdas em remédio, comida, uma taxação de consumo que atinge principalmente a população mais pobre. A organização do evento avalia que a alta carga tributária é inaceitável e precisa ser refletida”, afirmou.

Em São Paulo, organizações como o Instituto de Formação de Líderes e o Instituto Mises Brasil também não devem ficar de fora. Está prevista a “Semana Sem Imposto” na capital paulista, que contará com diversas ações localizadas de organizações de viés liberal.

Reforma Tributária

Na Câmara dos Deputados, já está em discussão um primeiro projeto de reforma tributária. Na proposta, está a extinção de diversos impostos, como o IPI, PIS, COFINS, ICMS e ISS, para dar lugar ao IBS (Imposto sobre Bens e Serviços), que seria cobrado apenas no fim da cadeia produtiva.

Outra discussão que já surgiu no debate público também é a recriação de um imposto sobre movimentação financeira para substituir diversos outros tributos existentes. Já defendida pelo hoje ministro Paulo Guedes e por seu secretário de Receita, Marcos Cintra, o projeto – porém – enfrentou críticas do presidente Jair Bolsonaro. Em 2017, a carga tributária no país alcançou 32% do PIB.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.