fbpx
PUBLICIDADE


Jair Bolsonaro nega que filho vetou seu acesso ao Twitter: ‘Fake News’

O presidente afirmou que há uma “perseguição infantil” de veículos da imprensa contra seu filho e que a informação dada por um colunista não é verdadeira

- Publicado no dia
Carlos Bolsonaro (Foto: Reprodução / Facebook)

O presidente Jair Bolsonaro voltou a contestar a imprensa nesta quarta-feira (24). O motivo desta vez foi uma notícia dando conta de que o filho Carlos, vereador do Rio de Janeiro, teria promovido uma retaliação contra o pai e vetado seu acesso ao Twitter.

De acordo com o colunista Guilherme Amado, da Época, pai e filho discutiram no domingo (21) depois que Carlos publicou um vídeo no Twitter do pai, que ele estava acostumado a gerenciar, contendo ataques do filósofo e escritor Olavo de Carvalho aos militares dentro do governo. O colunista disse ainda que a retaliação do filho era o motivo para o presidente não conseguir publicar nada em seu Twitter por três dias. [1]

O presidente rechaçou a afirmação: “Fake News”, ele definiu. Em outra postagem, Bolsonaro complementou que, apesar de defender a “sagrada liberdade de imprensa e de expressão”, nunca viu “uma perseguição tão infantil e sem sentido por parte de certos “veículos de informação” a uma pessoa constantemente mostrando este e outros exemplos banais”. Confira os posts:


PUBLICIDADE



 

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.