fbpx
PUBLICIDADE


‘Sua familia vai pagar’ diz advogado para repórter após cobertura de fuzilamento

Jornalista Carlos de Lannoy, da TV Globo, foi ameaçado em rede social após cobertura do assassinato de músico carioca com 80 tiros por militares do Exército no último domingo (7)

- Publicado no dia
Reportagem que levou jornalista a sofrer ameaça (Foto: Reprodução/Facebook)

O jornalista Carlos de Lannoy, repórter da TV Globo, foi ameaçado após fazer uma reportagem sobre a morte de um músico no Rio de Janeiro no último domingo (7) por uma patrulha do Exército. [1]

As ameaças ocorreram nas redes sociais logo após a exibição de uma reportagem no “Fantástico”. Um internauta, identificado como Erik, disse que a “é escolha” de fazer aquela abordagem, culpando os militares, era do repórter.


PUBLICIDADE



“Se for (sic) errado paga com a vida! Mexeu com o exército, assinou sua sentença! Sua família vai pagar”, prometeu.

Na sequência, Lannoy respondeu dizendo apenas que a ameaça “não ficará assim”, subentendendo que levaria o caso à Justiça.

Horas depois, o internauta retornou à publicação e pediu desculpas. Afirmou que o comentário original foi apagado por ser “completamente desmedido e descabido” e chamou Lannoy de “um grande profissional”.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.