fbpx
PUBLICIDADE


Em post de 1º de abril, MBL cutuca Bolsonaro com promessa não cumprida

Entidade fez post temático sobre o dia da mentira, ‘comemorado’ no início de abril, e rememorou promessas de políticos brasileiros, como a inauguração do trem bala antes da Copa

- Publicado no dia
EBC congrega, entre outras companhias, a TV Brasil e a Rádio Nacional (Foto: Divulgação)

O Movimento Brasil Livre cutucou o presidente Jair Bolsonaro em publicação temática nesta segunda-feira, 1º de abril, dia da mentira.

Em arte divulgada nas redes sociais, o MBL expôs quatro manchetes expondo promessas não concretizadas de políticos brasileiros.

Além de referências a Alckmin, Dilma Rousseff e à transporsição do Rio São Francisco, a entidade relembrou a fala de Bolsonaro, antes da eleição, de “extinguir ou privatizar a TV Brasil”, cuja permanência foi defendida, depois, pelo ministro Santos Cruz, da Secretaria de Governo da Presidência.


PUBLICIDADE



O recuo em privatizações esperadas é um dos pontos ainda nebulosos do governo Jair Bolsonaro. Secretário de privatizações do ministro Paulo Guedes, Salim Mattar admitiu que sofre resistências até para privatizar os Correios.

Confira, abaixo, o post completo do MBL:

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.