fbpx
PUBLICIDADE


Jair Bolsonaro quer que o filho Carlos defenda reforma da Previdência na Internet

O vereador do Rio e filho do presidente já está assumindo a tarefa de defender a reforma da previdência, em colaboração com o ministério da Economia

- Publicado no dia
Carlos Bolsonaro (Foto: Reprodução / Facebook)

O presidente Jair Bolsonaro escalou uma liderança da família para propagandear a reforma da Previdência nas redes sociais. Trata-se de seu filho Carlos Bolsonaro, que havia sido afastado do centro do governo depois da polêmica com o ex-ministro Gustavo Bebianno, disse a Folha nesta terça-feira (26). [1]

O vereador do Rio de Janeiro pelo PSC se reuniu no início desta semana com o secretário de Comunicação Social, Floriano Barbosa, para discutir estratégias com esse objetivo. A ideia de Jair e Carlos é empregar a estratégia de ampla mobilização e combatividade empregada na campanha eleitoral para tentar agilizar a aprovação da reforma. As mídias seriam usadas para rebater as críticas e pressionar os congressistas a apoiar o projeto do ministério de Paulo Guedes.

Carlos Bolsonaro também se reuniu com a Secretaria da Previdência e se colocou à disposição para ajudar os integrantes da equipe do ministro da Economia na luta para convencer a sociedade e os parlamentares. Inclusive, Carlos, que já havia questionado a admiração dos liberais por Guedes, pontuando que muitos gostariam que ele fosse o presidente em vez de seu pai, elogiou o economista: “Boa, Guedes! Político vai se aposentar igual cidadão comum”.

Os políticos tradicionais, como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já vinham solicitando que o governo melhorasse o investimento em comunicação para apoiar a reforma. O envolvimento de Carlos com o assunto rompe bastante cedo a ideia de que ele permaneceria distante das principais ações do governo federal.


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.