fbpx
PUBLICIDADE


Após pressão, Sergio Moro recua e ‘desconvida’ ativista alinhada à esquerda

O ministro voltou atrás depois que militantes e influenciadores demonstraram intensa rejeição ao nome da cientista política ligada ao Instituto Igarapé

- Publicado no dia
Ilona Szabó (Foto: Reprodução / Facebook)

A pressão contra a nomeação de Ilona Szabó para o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária deu resultado. A cientista política e ativista alinhada às pautas da esquerda foi retirada da lista de integrantes do órgão nesta quinta-feira (28), em recuo do ministro Sérgio Moro.

Em nota como Ministro da Justiça e Segurança Pública, Moro afirmou que Szabó havia sido indicada para se juntar a outros vinte e cinco nomes no órgão consultivo “pelos relevantes conhecimentos da nomeada na área de segurança pública e igualmente pela notoriedade e qualidade dos serviços prestados pelo Instituto Igarapé”. No entanto, optou-se pela revogação, comunicada previamente à própria Szabó, “diante da repercussão negativa em alguns segmentos”.


PUBLICIDADE



Moro encerrou dizendo que o Ministério “respeitosamente apresenta escusas” a ela pela reviravolta. Ele havia justificado que considerava importante que pessoas com ideias diferentes ocupassem conselhos como esse. Szabó é conhecida por defender políticas de desarmamento e “desencarceramento”.

O veto a Ilona provocou outra baixa. O presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima, comunicou a Sérgio Moro que vai deixar o Conselho em protesto contra a decisão.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.