PUBLICIDADE


Integralistas comemoram aumento de imposto e pedem subsídios a produtores

Movimento, popular na década de 1930, ressurge na internet e opina sobre temas atuais; em janeiro, em Minas Gerais, grupo de integralistas denominados ‘Frente Integralista Brasileira’ organizou evento em Belo Horizonte

- Publicado no dia
Evento da Frente Integralista Brasileira em Belo Horizonte, em janeiro (Foto: Reprodução/Facebook)

Populares na década de 1930, os integralistas estão de volta. Nesta quarta-feira (13), em publicação no Facebook, a página denominada “Frente Integralista Brasileira” comemorou a proteção do mercado nacional de leite em pó por parte do governo, medida criticada por liberais. [1]

“O Brasil teve uma vitória, ainda que modesta, contra Paulo Guedes e o nefasto liberalismo econômico”, diz a nota do movimento.


PUBLICIDADE


Embora considerem a medida “necessária”, os integralistas a rotulam como insuficiente.

“O ideal seria que ela fosse acompanhada de subsídios aos nossos produtores nos mesmos moldes dos dados pelos governos europeus aos seus produtores, o que permitiria o necessário barateamento do leite em pó produzido em nosso país”, afirma o texto, sem entrar em maiores detalhes como se deu esse raciocínio econômico.

Associado genericamente à direita, o integralismo é um movimento anti-liberal. Em seu site, a Frente Integralista Brasileira critica o capitalismo e o discurso da liberdade trazido pelo liberalismo, que teria “a degradado e a tornado uma enfermidade”. [2]

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.