fbpx
PUBLICIDADE


Bolsonaro diz que aceitou oferta de ‘tecnologia israelense’ para ajudar buscas

Presidente Jair Bolsonaro e primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanhayu, estreitam relações desde a eleição do brasileiro; em dezembro, desembarcou no Brasil animado com a embaixada do Brasil em Jerusalém

- Publicado no dia
Bolsonaro cumprimenta Benjamin Netanyahu no Forte de Copacabana, poucos dias antes da posse (Foto: Fernando Frazão/Agência Braisl)

O presidente Jair Bolsonaro anunciou no início da tarde deste sábado (26) nas redes sociais que recebeu um telefonema do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e aceitou uma oferta de ajuda do premiê para auxiliar nas buscas do acidente do rompimento de uma barragem na cidade de Sobradinho, em Minas Gerais. [1]

“[Ele] nos ofereceu uma ajuda para a busca de desaparecidos no desastre de Brumadinho/MG. Aceitamos e agradecemos mais essa tecnologia israelense a serviço da humanidade”, afirmou o presidente.


PUBLICIDADE



Internautas entusiastas celebraram a medida. “E diziam que se aliar a Israel não traria benefícios ao país. Já estamos vendo o terceiro benefício que o país oferece”, afirmou uma apoiadora, sem especificar quais seriam os outros dois benefícios. [2]

De acordo com o divulgado pelo site Globo Rural, o governo de Minas Gerais teria afirmado que a tecnologia que será trazida do Oriente Médio permite identificar corpos em até 4 metros de profundidade. [3]

A proximidade entre Bolsonaro e o primeiro-ministro israelense começou logo após a eleição do brasileiro, em outubro. No final de 2018, Netanyahu visitou o Brasil, onde passou a virada de ano e foi à posse do presidente, entusiasmado com a possibilidade de o Brasil mover sua embaixada para Jerusalém. Foi a primeira visita de um chefe de governo de Israel ao Brasil.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.