fbpx
PUBLICIDADE


Nicolás Maduro afirma que viajou ao futuro e ‘está tudo bem’

Ditador foi levado a sério pelo público, que já o ouviu dizer em 2013 que havia recebido a visita do falecido Hugo Chávez na forma de um passarinho

- Publicado no dia
Nicolás Maduro (Carlos Garcia Rawlins/Reuters)

Pode parecer piada, mas não foi assim que o público entendeu. O ditador venezuelano Nicolás Maduro, em discurso na última segunda-feira (14) durante os preparativos de um evento militar, afirmou que viajou no tempo, para o futuro, e lá o projeto chavista do governo está prosperando. [1]

“Eu já fui ao futuro, voltei e vi que tudo está bem e a união cívico-militar garante a paz e a felicidade ao nosso povo. Tenham certeza”, prometeu. Ele assegurou que os venezuelanos sairão mais sábios da atual conjuntura de crise econômica e escassez e que “um punhado de imaturos não podem danificar a vida republicana da Venezuela”.


PUBLICIDADE



Não é a primeira vez em que Maduro recorre a uma retórica “sobrenatural”. Em 2013, quando se preparava para assumir o posto de mandatário do país depois da morte de Hugo Chávez, ele disse que seu antecessor apareceu na forma de um passarinho e o abençoou.

As declarações acontecem em clima de forte rejeição internacional ao regime venezuelano. O Grupo de Lima, integrado pelo Brasil, considerou ilegítima a eleição de Maduro, que tem a oposição direta do presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, autodeclarado presidente interino do país.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


 

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.