fbpx
PUBLICIDADE

Italiano foragido Cesare Battisti é preso na Bolívia

Condenado a prisão perpétua na Itália, o foragido provavelmente será deportado para cumpri-la, em atendimento à promessa de campanha de Jair Bolsonaro
Cesare Battisti (Foto: Reprodução / Cronachedi)

Cesare Battisti (Foto: Reprodução / Cronachedi)

O presidente Jair Bolsonaro pode ter enfim condições de cumprir uma promessa de campanha feita à Itália. Neste sábado (12), por volta das 16h, o foragido italiano Cesare Battisti foi preso na Bolívia. [1]

Battisti estava desaparecido desde dezembro e foi localizado em Santa Cruz de La Sierra, no interior do país latino-americano. Segundo informações do Correre dela Sera, ele usava um disfarce, exibindo um par de óculos, uma barba postiça e um documento brasileiro com seu nome.

Fontes da Polícia Federal confirmaram a prisão ao Estadão e ela também foi comemorada pelo assessor especial da presidência para assuntos internacionais, Filipe Martins, em sua conta no Twitter. Ele disse que Battisti será provavelmente deportado para a Itália a fim de cumprir pena de prisão perpétua.





Battisti estava foragido desde que o então presidente Michel Temer assinou sua ordem de extradição. Ele foi condenado por quatro assassinatos praticados como terrorista nos anos 70 e sua prisão foi decretada pelo ministro do STF, Luiz Fux, no último dia 13 de dezembro.









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama