fbpx
PUBLICIDADE

Toffoli toma decisão após Kim Kataguiri pedir voto aberto na Câmara

Deputado federal eleito pelo DEM/SP, Kim Kataguiri é um dos candidatos à presidência da Câmara dos Deputados e ingressou com pedido no STF para que a votação fosse aberta
Dias Toffoli (Foto: Evaristo Sá / AFP)
Dias Toffoli (Foto: Evaristo Sá / AFP)

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, decidiu rejeitar nesta quarta-feira (9) o pedido do deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM/SP) para que a eleição para a mesa diretora da Câmara fosse aberta.

Com a decisão, os deputados federais poderão votar em anonimato e estarão menos suscetíveis à pressão popular pelas suas escolhas.

Toffoli justificou sua decisão pela independência dos poderes e porque se trata de um “ato de condução interna dos trabalhos” da Câmara.





No Senado, contudo, o ministro Marco Aurélio Mello, em liminar, havia decidido que a eleição fosse aberta. Toffoli, contudo, deve rever a decisão de seu colega e decidir no mesmo sentido deliberado na eleição para a presidência da Câmara.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama