PUBLICIDADE


Toffoli toma decisão após Kim Kataguiri pedir voto aberto na Câmara

Deputado federal eleito pelo DEM/SP, Kim Kataguiri é um dos candidatos à presidência da Câmara dos Deputados e ingressou com pedido no STF para que a votação fosse aberta

- Publicado no dia
Dias Toffoli (Foto: Evaristo Sá / AFP)

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, decidiu rejeitar nesta quarta-feira (9) o pedido do deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM/SP) para que a eleição para a mesa diretora da Câmara fosse aberta.

Com a decisão, os deputados federais poderão votar em anonimato e estarão menos suscetíveis à pressão popular pelas suas escolhas.


PUBLICIDADE



Toffoli justificou sua decisão pela independência dos poderes e porque se trata de um “ato de condução interna dos trabalhos” da Câmara.

No Senado, contudo, o ministro Marco Aurélio Mello, em liminar, havia decidido que a eleição fosse aberta. Toffoli, contudo, deve rever a decisão de seu colega e decidir no mesmo sentido deliberado na eleição para a presidência da Câmara.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.