fbpx
PUBLICIDADE


Deputado do NOVO, Alexandre Freitas sugere seis medidas para Bolsonaro

Deputado estadual eleito pelo Rio de Janeiro com pouco mais de 20 mil votos, Alexandre Freitas defende, entre outras ideias, aumento das penas e mudança no artigo relativo à legítima defesa

- Publicado no dia
Foto: Divulgação

O deputado estadual eleito Alexandre Freitas, do Partido Novo do Rio de Janeiro, sugeriu nas redes sociais seis medidas para complementar o provável decreto de Jair Bolsonaro que vai facilitar a posse de armas de fogo. [1]

Dentre as propostas que Freitas propõe para se somar à iniciativa, estão “abrir o mercado e acabar com o oligopólio da Taurus e da Imbel”; “acabar com o calibre restrito”; “apagar a palavra ‘moderadamente’ do artigo 25 do Código Penal”, que regula a legítima defesa; e também aumentos de pena: “aumentar a pena mínima de roubo com uso de arma (de fogo ou não) para 20 anos em regime fechado”, “aumentar a pena mínima de homicídio doloso pra 25 anos em regime fechado” e “acabar com o limite de 30 anos para cumprimento de pena de prisão”.


PUBLICIDADE



Freitas parabenizou na publicação o presidente eleito pela intenção de facilitar a posse de armas de fogo, o que deve ser feito nos primeiros 100 dias de governo, e afirmou que é “um verdadeiro avanço para quem acredita que a Liberdade deve ser exercida com responsabilidade e que o direito à legítima defesa é sagrado”.

Eleito com 20.234 em aliança com o deputado federal eleito Paulo Ganime, com quem promete atuar integradamente no Rio de Janeiro, Freitas tem em sua equipe nomes ligados ao movimento liberal. Dentre eles, o professor Heitor Machado, ex-diretor de operações do Instituto Liberal do Rio de Janeiro.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.