fbpx
PUBLICIDADE

Renan Santos explica plano do MBL de criação de um partido

O coordenador do movimento fez questão de reafirmar que o movimento em si continuará existindo, independentemente da eventual criação de uma legenda
Renan Santos (Foto: Reprodução / Youtube)
Renan Santos (Foto: Reprodução / Youtube)

Coordenador do Movimento Brasil Livre, Renan Santos divulgou nesta segunda-feira (17) um vídeo explicando detalhadamente a informação de que o grupo estaria planejando criar um partido político, repercutida por diversos veículos, entre eles este Boletim da Liberdade. Ele reafirmou que o partido seria paralelo ao MBL, que preservaria sua condição atual de movimento.

De acordo com ele, o principal problema detectado pelo MBL é que os principais partidos brasileiros “não dão espaço para lideranças de direita”. Ele explicou que as militâncias, especialmente nos municípios, sofrem muitas restrições, o que impacta o projeto do MBL de fortalecer a vida política municipal.

Além disso, Renan fez críticas às opções disponíveis atualmente. O PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro, abriga muitas lideranças que têm “uma visão de partido um pouco mais antiga”, inclusive no que diz respeito ao uso do fundo partidário e do tempo de TV, de que o MBL discorda. Já o Partido Novo foi criticado por seu isolamento e por se alinhar ao “tucanismo sem o menor pudor” quando acredita que deve fazê-lo, como aconteceu em votações importantes em São Paulo.





A ideia, portanto, é criar uma alternativa, sem transformar o próprio MBL em partido, e por isso o MBL consultou o TSE sobre a possibilidade de registro dessa legenda, que não abrigaria apenas membros do movimento, mas também pessoas oriundas de outras iniciativas. Confira o vídeo completo:

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama