fbpx
PUBLICIDADE

MBL pergunta ao TSE se assinaturas eletrônicas permitem fundar um partido

A ideia da consulta é conseguir fundar um partido com base em assinaturas eletrônicas, aproveitando a força do movimento nas redes sociais
MBL em ato pelo impeachment (Foto: Evaristo Sa/AFP)
PUBLICIDADE

Que existe a possibilidade de a marca do Movimento Brasil Livre se tornar sigla de partido político, não é exatamente uma novidade. No último Congresso Nacional do grupo, o coordenador Renan Santos chegou a aventar mais uma vez a ideia. Segundo o Estadão, porém, em matéria publicada neste domingo (17), um movimento mais expressivo nesse sentido foi feito recentemente. [1]

PUBLICIDADE

Trata-se de uma consulta protocolada este mês ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para saber se assinaturas eletrônicas poderiam ser aceitas com vistas à fundação de um partido. O MBL hoje tem cinco deputados federais e dois senadores eleitos. A ideia é usar a presença forte nas redes sociais, em que tem uma página no Facebook com mais de 3 milhões de curtidas, para atingir o objetivo.

Leia também:  Manifestação pelo impeachment reúne milhares, mas não supera dia 7

PUBLICIDADE

A estratégia não é propriamente transformar o MBL em um partido, mas criar um partido que seria controlado pelo movimento e existiria paralelamente a ele. O advogado que formalizou o questionamento, Rubens Nunes, disse que o MBL quer uma resposta do tribunal, para em seguida avaliar com mais fundamentos o potencial de seguir esse caminho. “Se o MBL falar que vai fazer um partido, é porque ele vai acontecer. A gente não teria essa leviandade”, resumiu.

A adoção desse caminho levaria o MBL a precisar separar os recursos doados ao movimento dos recursos doados ao partido. Isso porque doações a partidos não podem ser de pessoa jurídica e precisam ser públicas, enquanto as do MBL são ocultadas, segundo Rubens Nunes, por serem de empresários que temem retaliações.

Leia também:  Manifestação pelo impeachment reúne milhares, mas não supera dia 7

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?