fbpx
PUBLICIDADE


Olavo de Carvalho diz que Escola Sem Partido acolheu suas críticas

O filósofo afirmou que os organizadores do projeto estão dando atenção a suas críticas; filósofo havia dito que iniciativa estava equivocada

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Veja)

Um dos fatos que causaram mais burburinho entre liberais e conservadores na última semana foram as críticas do filósofo Olavo de Carvalho ao movimento Escola Sem Partido. Neste sábado (17) pode ser sido dado um sinal de acordo entre ele e a iniciativa levada adiante pelo advogado Miguel Nagib.

Olavo publicou em seu Facebook: “Andei conversando com o pessoal do Escola Sem Partido e eles entenderam perfeitamente as minhas observações, prometendo corrigir alguns pontos deficientes da estratégia do movimento”. A informação, para o filósofo, é uma boa notícia.

Olavo havia dito que não apoiava o projeto, porque antes de investir em um projeto de lei, seria necessário levar a discussão do assunto às esferas intelectual, cultural, social e política. Somente depois disso deveria ser tentado o caminho jurídico.

Confira a publicação original na página de Olavo:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.