PUBLICIDADE


Felipe Neto afirma que incentivará seu público contra o ‘Escola Sem Partido’

Influenciador digital manifestou-se nas redes sociais contra o projeto capitaneado pelo procurador Miguel Nagib e endossado pela família Bolsonaro; youtuber tem 26 milhões de inscritos

- Publicado no dia
YouTube Felipe Neto é um dos principais influenciadores de crianças e adolescentes no YouTube (Foto: Reprodução/Qzur)

O youtuber Felipe Neto, que conta com mais de 26 milhões de inscritos em seu canal no YouTube, ameaçou na última quarta-feira (31) em suas redes sociais usar sua influência contra o “Escola Sem Partido” se o projeto for adiante. [1]

“Se decidirem seguir em frente com o ‘Escola Sem Partido’ e a perseguição de professores, deixo claro que usarei todas as minhas forças para incentivar os jovens que me assistem contra esse autoritarismo. Nossos alunos protegerão nossos professores. Disso eu tenho certeza!”, afirmou o influenciador digital.

Em outras publicações, o youtuber criticou, sem citá-la nominalmente, a iniciativa da deputada estadual eleita Ana Caroline Campagnolo de estimular que alunos gravem as aulas para denunciarem doutrinação.

Para Neto, algumas situações devem ser resolvidas na Diretoria, sem patrulhamento ou lei própria. [2]

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.