fbpx
PUBLICIDADE


Partido Novo vai ao TSE para devolver fundo partidário ao Tesouro

Legenda que lança João Amoêdo à presidência da República é crítica ao uso do Fundo Partidário pelos partidos políticos e, por isso, quer devolver os valores que recebeu do benefício: 95% está guardado em conta

- Publicado no dia
Tribunal Superior Eleitoral (Foto: TSE/Divulgação)

O Partido Novo ingressou na última quinta-feira (29) com uma consulta no Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, para saber se é possível devolver o dinheiro recebido de Fundo Partidário.

A legenda deseja restituir os valores ao Tesouro Nacional e não aos demais partidos. A consulta foi destinada ao ministro Jorge Mussi. A informação foi publicada originalmente pelo site BR18. [1]


PUBLICIDADE



Atualmente, o NOVO utiliza apenas 5% do Fundo Partidário, conforme determinação legal, para candidaturas femininas. [2]

Nas redes sociais, o partido comentou a publicação, afirmando ainda que “a burocracia no Brasil é de tal ordem, que até pra devolver dinheiro público é difícil”, que a legenda tenta “já há algum tempo” devolver os valores recebidos e que “vai continuar tentando”. [3]

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.